Cuidados do relvado no inverno: O que deve saber

No essencial, o seu relvado dorme durante os meses mais frios, mas se quiser todo o esplendor na primavera, não descure alguns cuidados do relvado durante o inverno. Neste artigo vai descobrir diversas dicas sobre o tratamento do relvado no inverno.

466332873

Deixe a relva repousar durante o inverno

O seu espaço verde quebra nos meses de inverno como parte importante do seu ciclo natural. A relva no relvado responde à descida de temperaturas e deixa de crescer à medida que os níveis de luminosidade vão diminuindo. Uma vez que as plantas poupam a sua energia, a rotina de cuidados do espaço verde e do relvado também requer menos esforço da sua parte. Mas deve lembrar-se de que, enquanto o seu relvado repousa, também não consegue defender-se de situações de stress e danos. É por isso que o cuidado mais importante a ter com o relvado no inverno é deixá-lo repousar: evite andar sobre a relva em pleno inverno para evitar danos que se tornarão evidentes quando a estação de crescimento recomeçar.

Para se preparar para a dormência do inverno, certifique-se de que realiza as tarefas habituais de cuidados do relvado, o mais tardar, logo quando cair a primeira geada de inverno – geralmente no final de outubro, mas verifique sempre as condições locais. Isso significa recolher as folhas, escarificar o relvado, se necessário, dar-lhe um último corte e aplicar no relvado nutrição de inverno de libertação lenta.

Cuidados do relvado no inverno: cortar a relva

A estação de corte da relva termina quando chega a primeira geada. A sua relva também não deve estar demasiado curta à chegada do inverno: deve ter 4 a 5 cm de comprimento depois do último corte do ano. O seu relvado precisa de descansar durante os meses mais frios, por isso, deve evitar utilizá-lo o máximo possível – cada passo sobre ele danifica a relva delicada. Esta é possivelmente a regra mais relevante sobre tratamento do relvado no inverno que deve conhecer.

Frozen green grass close up. Nature background.

Cuidados do relvado no inverno: geada e neve

A razão pela qual o seu relvado fica tão sensível a danos de inverno é o facto de a relva ter até 80% de água, ao transformar-se em gelo, as lâminas já não conseguem dobrar-se e fletir-se – pelo contrário, têm tendência a partir-se. E, por estar dormente, a relva não consegue recuperar nem reparar os danos, com consequências que serão evidentes logo que o inverno termine: verá pegadas amareladas/acastanhadas e vastas áreas castanhas infestadas por doenças fúngicas, como queimadura primaveril e podridão.

Quando for visível o brilho da geada no relvado, significa que a relva está a atravessar uma fase particularmente delicada, devendo ter o especial cuidado de não a pisar. Por outro lado, a neve de inverno pode ter uma função de proteção, uma vez que a sua camada irá isolar o relvado da geada e do vento gelado. Independentemente do tempo em que a neve permanecer, deverá, de um modo geral, ter cuidado para não mexer ou andar sobre ela.

Tipos de relva no inverno

As sementes de relva e os tapetes de relva são vendidos sob várias descrições e têm diferentes necessidades de cuidado. Por isso, para garantir que o seu relvado permanece bonito durante todo o ano e não é sujeito a situações de stress desnecessárias, deve pensar, logo desde o início, no tipo de relvado que melhor se adequa às suas necessidades. Manter as crianças afastadas de um espaço verde com neve é quase impossível, pelo que um relvado familiar deve ter uma relva resiliente, por exemplo. Informe-se primeiro sobre os diversos tipos de relva, antes de proceder à instalação.

Atravessar um relvado ornamental em segurança

O relvado ornamental pode ser a joia da coroa do seu espaço verde na primavera, desde que tome conta dele no inverno. Se precisar de atravessar o relvado durante o período de repouso de inverno, é vantajoso colocar aí pedras no início da estação. Estes caminhos decorativos ficam fantásticos e também ajudam a preservar o relvado e a manter os seus sapatos secos em presença de neve e chuva.

Cuidados do relvado no final do inverno

O seu calendário de cuidados do relvado deve recomeçar com a maior brevidade possível assim que a época das geadas terminar. Recomendamos que aplique um fertilizante de relva azotado para estimular o crescimento – e lembre-se: quanto mais situações de stress o relvado enfrentar no inverno, mais nutrientes necessitará à medida que a estação de crescimento começa. Adubar a relva corretamente após o inverno é importante.

Reparação do relvado no inverno

Se o inverno tiver sido particularmente rigoroso, o seu relvado poderá necessitar de um tratamento especial e de cuidados extra, assim que a última neve se derreter.

  • Limpe o relvado e elimine as folhas e os ramos com um ancinho.
  • Corte a relva se o solo estiver seco.
  • Se vir pontos de relva morta ou doente (é comum que a relva fique amarela durante o inverno), recomendamos a escarificação.
  • Como passo final nos cuidados do relvado, aplique uma nutrição especialmente formulada para a primavera.

Quando devo cortar a relva pela primeira vez depois do inverno?

O momento certo para cortar a relva depois do inverno depende da altura da relva, mas deve esperar até que as temperaturas estabilizem entre os 7 e os 10 °C. É provável que isso calhe entre meados de março e o início de abril.

Resumo: cuidados do relvado no inverno

  • Já caiu a primeira geada do inverno? Nesse caso, não volte a cortar o relvado
  • Tenha o cuidado de evitar pisar a relva durante o inverno – uma hipótese é fazer um caminho de pedras
  • Não limpe a neve do relvado, pois esta ajuda a proteger o relvado
  • Assim que a neve se derreter, pode retomar a sua rotina de cuidados do relvado